Otan reprova "energicamente" teste nuclear da Coreia do Norte

Bruxelas, 3 set (EFE).- O secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), Jens Stoltenberg, reprovou "energicamente" neste domingo o novo teste nuclear da Coreia do Norte e pediu a Pyongyang para pôr fim ao seu programa atômico.

"Reprovo energicamente que a Coreia do Norte tenha feito hoje um sexto teste nuclear. Trata-se de outra flagrante violação de várias resoluções do Conselho de Segurança da ONU", declarou em comunicado o político norueguês.

Nesse sentido, Stoltenberg exigiu do regime de Kim Jong-un que ponha fim "de imediato" a todas as suas atividades nucleares e de mísseis balísticos" de forma completa, verificável e irreversível", pedindo para se retomar o diálogo com a comunidade internacional.

"Peço à Coreia do Norte para respeitar suas obrigações internacionais e a abandonar todas as ameaças e ações que contribuem para a tensão e a insegurança", acrescentou o secretário-geral da Otan.

Stoltenberg destacou a preocupação da Aliança com o padrão "de comportamento desestabilizador (da Coreia do Norte), que representa uma ameaça para a segurança regional e internacional".

A Coreia do Norte afirmou que a bomba de hidrogênio que testou hoje com "total sucesso" pode ser instalada em um dos seus mísseis balísticos intercontinentais (ICBM), segundo anunciou a televisão estatal norte-coreana "KCTV".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos