Teste nuclear norte-coreano foi 5 vezes mais forte que anterior, segundo Seul

Em Seul

O novo teste nuclear da Coreia do Norte com uma bomba de hidrogênio teve uma potência estimada de cerca de 100 quilotons, cinco vezes mais que o anterior feito há um ano por Pyongyang, informou neste domingo o governo da Coreia do Sul.

A força do sexto teste atômico executado por Pyongyang também multiplicou por cinco a da bomba atômica lançada pelos Estados Unidos sobre a cidade japonesa de Nagasaki na 2ª Guerra Mundial, afirmou o chefe do comitê parlamentar sul-coreano de Defesa, Kim Young-woo, em declarações à agência local "Yonhap".

Além disso, a explosão foi 11 vezes superior à detectada em janeiro do ano passado, quando Pyongyang afirmou ter testado outra bomba de hidrogênio, ainda que a análise posterior aponte que se tratava de um artefato de características menos potentes.

A Coreia do Norte tinha feito cinco testes nucleares até a data, dos quais os dois últimos aconteceram em janeiro e setembro de 2016.

A potência da detonação detectada hoje pelos organismos geológicos da Coreia do Sul, Japão e China, bem como pela CTBTO (Organização do Tratado de Proibição Total de Provas Nucleares, na sigla em inglês), indica que se tratou de um teste muito mais potente que os cinco anteriores.

Os meios oficiais norte-coreanos anunciaram que a bomba de hidrogênio que o país testou com "total sucesso" pode ser instalada em um dos seus mísseis balísticos intercontinentais (ICBM), o que se for confirmado representaria um perigoso avanço de armas para o regime de Kim Jong-un.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos