Brics fazem condenação conjunta de teste atômico norte-coreano

Xiamen (China), 4 set (EFE).- Os líderes das cinco potências emergentes que formam o grupo Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) reunidos nesta segunda-feira em uma cúpula na cidade chinesa de Xiamen condenaram energicamente o teste nuclear realizado no domingo pela Coreia do Norte.

"Expressamos profunda preocupação com a atual tensão e o prolongado conflito nuclear na península da Coreia", destacou a declaração conjunta emitida após o plenário de líderes.

"Tal conflito só deve ser resolvido através de meios pacíficos e o diálogo direto de todas as partes envolvidas", acrescentou a declaração.

A declaração após o encontro anual também condenou "todos os ataques terroristas no mundo, em qualquer forma e manifestação", e ressaltou a importância de fortalecer a cooperação internacional contra estes crimes.

Participaram da cúpula de Xiamen os presidentes de China, Xi Jinping; Rússia, Vladimir Putin; Brasil, Michel Temer; África do Sul, Jacob Zuma; além do premiê indiano, Narendra Modi.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos