Comissão da ONU confirma crimes de lesa-humanidade em Burundi

Genebra, 4 set (EFE).- Uma comissão investigadora da ONU informou nesta segunda-feira que "foram cometidos crimes de lesa-humanidade em Burundi desde abril de 2015" e pediu à Corte Penal Internacional (CPI) que abra o mais cedo possível uma investigação.

A informação solicitada pela comissão da ONU permite "confirmar a persistência de execuções extrajudiciais, detenções arbitrárias, desaparecimentos forçados, torturas e tratamento cruéis, além de violência sexual desde essa data".

A violência, de caráter político, mas que se tentou tingir de fatores étnicos, explodiu após o anúncio do presidente Pierre Nkurunziza, no dia 25 de abril de 2015, que se apresentaria para concorrer a um terceiro mandato presidencial consecutivo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos