Criança síria morre ao ser atingida por disparos da guarda fronteiriça turca

Cairo, 4 set (EFE).- Uma criança síria morreu por disparos da guarda fronteiriça turca quando tentava entrar no país em companhia de familiares e outros civis, informou nesta segunda-feira o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

A ONG disse que a criança era da cidade de Aleppo, no norte da Síria, e afirmou que vários integrantes do grupo ficaram feridos pelos tiros da guarda turca.

Desde o início da guerra em 2011, pelo menos 306 civis morreram em circunstâncias similares, entre eles 57 menores de idade e 31 mulheres, segundo a contagem da ONG.

Em agosto deste ano, dez pessoas morreram pelos disparos dos guardas turcos ao tentar cruzar a fronteira, segundo a mesma fonte. EFE

agm/ff

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos