EUA defendem mais sanções para esgotar via diplomática com a Coreia do Norte

Nações Unidas, 4 set (EFE).- Os Estados Unidos alertaram nesta segunda-feira na ONU que chegou o momento de esgotar todas as vias diplomáticas com a Coreia do Norte e defendeu a rápida imposição de sanções o mais forte possíveis contra o regime de Kim Jong-un.

Em uma reunião de urgência realizada pelo Conselho de Segurança da ONU para avaliar o novo teste nuclear norte-coreano, a embaixadora dos EUA nas Nações Unidas, Nikki Haley, criticou os 24 anos de "negociações falidas" entre o órgão e Pyongyang.

"Essa crise vai além da ONU", disse Haley, que indicou que os EUA considerarão os países que façam negócios com a Coreia do Norte como órgãos que "prestam ajuda às temerárias e perigosas intenções nucleares de Pyongyang".

A atividade armamentística do regime de Kim Jong-un nas últimas semanas, na qual houve um "uso abusivo de mísseis e ameaças nucleares, segundo Haley, mostra que o líder da Coreia do Norte está "pedindo guerra".

A embaixadora disse que os EUA não querem uma guerra, mas ressaltou que a paciência do governo de Donald Trump não é ilimitada e que defenderá seus aliados e território das ameaças de Kim.

Ontem, após a confirmação de que Pyongyang tinha realizado seu sexto teste nuclear, supostamente com uma bomba de hidrogênio, o secretário de Defesa dos EUA, James Mattis, indicou que as ações da Coreia do Norte teriam uma "grande resposta militar".

Nesse sentido, Haley indicou que a ideia de que os EUA diminuam sua atividade militar na região em troca de que a Coreia do Norte não siga com escalada armamentística é "insultante".

A embaixadora afirmou os que os EUA não ficarão de "guarda baixa" se tiverem uma arma nuclear e um míssil apontando para o território do país.

"Só as sanções mais fortes o possível nos permitirão resolver esse problema através da diplomacia", reforçou Haley.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos