Macri e Netanyahu se reunirão em Buenos Aires no dia 12 de setembro

Buenos Aires, 4 set (EFE).- O presidente da Argentina, Mauricio Macri, receberá no próximo dia 12 de setembro em Buenos Aires o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, durante a que será a primeira visita oficial de um chefe de governo desse país à nação sul-americana, informaram nesta segunda-feira fontes diplomáticas.

Netanyahu embarcará um dia antes rumo a Buenos Aires junto a 30 empresários israelenses e permanecerá na cidade por dois dias, em que compartilhará atividades com Macri e representantes da comunidade judaica na Argentina em homenagem às vítimas dos atentados terroristas à embaixada de Israel (1992) e à sede da Associação Mutual Israelita Argentina (Amia), em 1994, ambos ocorridos em Buenos Aires.

Na Argentina vive a maior comunidade judaica da América Latina e uma das maiores do mundo.

Funcionários da embaixada de Israel em Buenos Aires disseram à Agência Efe que ainda estão sendo finalizados os últimos detalhes da primeira visita oficial de um chefe de governo desse país à Argentina, com uma reunião com Macri na Casa Rosada já confirmada para o dia 12 de setembro.

Além disso, está prevista uma atividade onde ficava a antiga embaixada israelense na capital argentina antes do atentado, e um encontro entre Netanyahu e representantes das diferentes organizações que formam a comunidade judaica na Argentina.

Por sua vez, a delegação empresarial participará de um encontro na Chancelaria com representantes locais de empresas dos setores de tecnologia urbana, agroindústria e cibersegurança.

A diplomacia israelense destacou a "boa relação" que existe entre Macri e Netanyahu, que se conheceram em Jerusalém em 2014, quando o atual presidente argentino era prefeito de Buenos Aires.

Ambos voltaram a se encontrar no Fórum Econômico Mundial de Davos de 2016 e em 17 de março deste ano, quando Netanyahu chamou Macri para lhe agradecer pelo gesto de ter recebido familiares de vítimas do atentado à embaixada de Israel.

"Só fato do encontro entre ambos os governantes já é um sucesso", afirmaram as fontes da embaixada de Israel em Buenos Aires.

Netanyahu finalizará sua visita à Argentina em 13 de setembro para depois se dirigir a Colômbia, México e concluir sua viagem pela América na Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU), em Nova York. EFE

igg/cs

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos