Petroleiro recupera 103 refugiados em águas de ilha de Creta, na Grécia

Atenas, 5 set (EFE).- Um petroleiro com bandeira de Cingapura recuperou, nesta terça-feira, 103 migrantes e refugiados que estavam à deriva em uma embarcação de madeira de 25 metros de comprimento, ao leste da ilha de Creta, na Grécia.

De acordo com a imprensa local, um dos tripulantes tinha solicitado auxílio através do telefone de emergência europeia 112, com o resgate sendo iniciado em seguida.

Na operação participaram aviões da guarda da fronteira europeia Frontex, assim como cinco veleiros, além do já citado petroleiro "RHINO".

Segundo relatos dos jornalistas, os imigrantes foram levados para o porto de Heraclio, em Creta.

Desde a última sexta-feira até ontem, a guarda costeira grega recuperou 186 imigrantes e refugiados em seis operações de resgate feitas nas áreas marítimas de Lesbos e Quios, no mar Egeu.

A maioria dos resgates na Grécia acontecem no mar Egeu, que por sua proximidade com a Turquia, segue sendo a principal porta de entrada para a Grécia.

No entanto, nos últimos meses, houve um aumento nas operações no mar de Creta e, mais ainda, no mar Jônico, perto da península do Peloponeso.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos