Trump pede ao Congresso que se prepare para lidar com jovens imigrantes

Washington, 5 set (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pediu ao Congresso que se prepare para "fazer o seu trabalho" com o programa DACA, que protegeu da deportação 800 mil jovens sem documentos, conhecidos como "dreamers" ("sonhadores"), e cujo futuro será decidido nesta terça-feira pelo governo americano.

"Congresso, prepare-se para fazer o seu trabalho - DACA!", disse Trump em uma breve mensagem publicada na rede social Twitter.

Com essas palavras, o governante pareceu confirmar a ideia que o governo anunciará o fim do programa de Ação Diferida para os Chegados na Infância (DACA), embora a suspensão demorará seis meses para que o Congresso busque uma alternativa.

A emissora "Fox News" já havia antecipado na semana passada o fim do DACA e o portal "Politico" foi o primeiro a informar no domingo sobre esse prazo de seis meses que Trump prevê conceder ao Congresso para negociar e aprovar uma alternativa legislativa para os beneficiários do programa.

É possível que o anúncio seja feito nesta terça-feira, durante uma coletiva de imprensa prevista para as 11h (hora local; 12h em Brasília) com o procurador-geral, Jeff Sessions, um dos membros do governo de Trump com posições mais duras em relação à imigração e que já se posicionou várias vezes contra o DACA como senador pelo Alabama.

O programa DACA foi promulgado por uma ordem executiva do então presidente Barack Obama em 2012 e graças a ele milhares de jovens sem documentos puderam frear a expulsão dos Estados Unidos, obter uma permissão temporária de trabalho e, em alguns estados, uma carteira de habilitação.

A maior parte dos beneficiários do programa tem nacionalidade mexicana, segundo os últimos dados do Serviço de Cidadania e Imigração (USCIS), publicados em março.

Durante a campanha eleitoral, Trump prometeu que acabaria com o DACA mesmo que posteriormente, já na Casa Branca, tenha reconhecido que esse era "um dos temas mais difíceis" que tinha de lidar durante o mandato e comentou que atuaria "com coração", sem dar mais detalhes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos