Quatro pessoas são decapitadas por supostos membros da Al Shabab no Quênia

Nairóbi, 6 set (EFE).- Pelo menos quatro pessoas foram decapitadas em dois ataques diferentes no condado de Lamu, no leste do Quênia, por supostos militantes do grupo terrorista Al Shabab, informou nesta quarta-feira a imprensa local.

O primeiro ataque aconteceu ontem durante a tarde, quando um grupo de homens armados entrou na aldeia de Silini-Mashambani e tirou a vida de um civil, e outros três morreram em outro ataque quando supostos militantes da Al Shabab atacaram o povoado de Bobo, cerca de três quilômetros do primeiro.

"Quatro pessoas morreram em Bobo e Silini, em Hindi. Ainda estamos tentando estabelecer se quem fez os ataques foi realmente a Al Shabab", disse o delegado do condado de Lamu, Gilbert Kitiyo.

Segundo Kitiyo, os agressores estavam armados com rifles AK 47 e foram de casa em casa ordenando aos residentes que saíssem de seus lares antes de decapitá-los.

"É suspeito que os agressores chamaram as pessoas pelos seus nomes antes de decapitá-las", precisou Kitiyo.

Os assassinatos ocorrem apenas duas semanas depois que outras quatro pessoas foram decapitadas por supostos militantes da Al Shabab na aldeia de Maleli, também no condado de Lamu.

Centenas de residentes tomaram hoje as ruas de Hindi em sinal de protesto pela insegurança e os assassinatos que ocorrem há meses na região e que foram reclamados pelo grupo terrorista somalí.

A polícia antidistúrbios disparou ao ar para dispersar os manifestantes.

Em 31 de agosto, outras três pessoas morreram em Nyongoro, no leste do Quênia, em dois ataques diferentes, quando o veículo blindado no qual viajavam várias pessoas passou por uma mina de fabricação caseira na estrada.

EFE

av/ff

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos