Abe propõe combates de judô entre presidentes de Rússia e Mongólia

Moscou, 7 set (EFE).- O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, propôs nesta quinta-feira convidar ao seu país os presidentes da Rússia, Vladimir Putin, e da Mongólia, Battulga Khaltmaa, para que realizem combates de exibição de judô, arte marcial em que ambos são faixa preta.

"O presidente da Rússia, Vladimir Putin, é feixa preta de judô. O presidente mongol, Battulga Khaltmaa, também é faixa preta. Por que não os convidarmos através da Federação Japonesa de Judô? Poderiam acontecer combates de exibição entre os dois presidentes", disse o premiê japonês.

Abe fez esta sugestão durante a plenária do Foro Econômico do Oriente, que aconteceu em Vladivostok, no extremo oriente da Rússia.

"Eu não tenho faixa preta e não quero sair machucado, de modo que olharei tranquilamente de fora estes magníficos combates", brincou Abe.

Pouco antes, em uma reunião com Battulga, Putin lembrou que tinha se encontrado com ele no Campeonato Mundial de judô em Budapeste e expressou sua confiança de que a afeição que compartilham ajudará as relações tantos pessoais como de trabalho.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos