Fogo de artifício de protesto atinge helicóptero oficial em ato de Peña Nieto

Cidade do México, 7 set (EFE).- Um fogo de artifício lançado por professores que protestavam contra a chegada do presidente do México, Enrique Peña Nieto, à cidade de Oaxaca atingiu um dos helicópteros oficiais - sem o governante a bordo -, o que obrigou a aeronave a fazer um pouso de emergência.

Em discurso na inauguração do Centro Cultural e de Convenções de Oaxaca, o governante fez referência aos inconvenientes "que vários dos presentes enfrentaram ao chegar ao lugar devido aos protestos de integrantes da Coordenadoria Nacional de Trabalhadores da Educação (CNTE).

"E a imprensa não esteve isenta disso. No trajeto a este lugar, o helicóptero em que estavam se transferindo, um projétil chegou a causar impacto e foi preciso fazer um pouso de emergência", afirmou.

Peña Nieto expressou repúdio a estes fatos porque "sempre será condenável recorrer à violência".

"Agradeço à imprensa por estar aqui e pela presença de empresários que, acima dos inconvenientes pelos quais tiveram que passar, estão aqui presentes", afirmou.

De acordo com o presidente, os protestos estão vinculados à reforma da educação de 2013 e que pôs fim a privilégios dos grupos sindicais.

"O futuro da infância e da juventude mexicana depende que o país siga caminhando pela rota do desenvolvimento e da prosperidade", defendeu.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos