Seul realiza manobras aéreas e estreia novo submarino em plena tensão

Seul, 7 set (EFE).- O Exército da Coreia do Sul realiza manobras aéreas e apresentou um novo submarino, em uma etapa de crescente tensão após o sexto teste nuclear norte-coreano.

Cerca de 500 soldados e 50 aviões, entre eles caças F-15K e F-16 e o avião e-737, estão participando desde sexta-feira do exercício de combate aéreo bienal Soaring Eagle, revelou nesta quinta-feira a Força Aérea sul-coreana.

Nas manobras, que terminarão amanhã, as aeronaves sul-coreanas simulam a intervenção em vários cenários, desde um potencial bombardeio das forças militares da Coreia do Norte até operações de reconhecimento ou para resistir a possíveis interferências de GPS.

"Estamos completamente preparados para responder a qualquer tipo de provocação do inimigo de maneira rápida e resolvida", disse o comandante das manobras, o coronel Won In-jae, em declarações recolhidas pela agência sul-coreana "Yonhap".

A realização dos exercícios coincidiu com a apresentação hoje de um novo submarimo de 1.800 toneladas de classe 214 para a Marinha sul-coreana, cujo início de operações está previsto para 2019.

Equipado com um míssil de cruzeiro com mil quilômetros de alcance, o novo submarino tem 65 metros de comprimento por 6,3 metros de largura e pode navegar a 20 nós (37 quilômetros por hora).

Com este, o número de submarinos da Coreia do Sul chegará a 18. EFE

co-mra/ff

(foto)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos