Sobe para 6 número de mortos em ilha de San Martín por conta do furacão Irma

San Juan, 6 set (EFE).- O número de mortos na ilha de San Martín, nas Pequenas Antilhas, pela passagem do furacão Irma subiu para seis nesta quarta-feira, de acordo com informações do prefeito da vizinha ilha de Guadalupe, Eric Maire.

Ele afirmou em entrevista coletiva que se trata de um balanço provisório dado as dificuldades de comunicação com os territórios de San Martín e São Bartolomeu, as ilhas que com mais virulência, ao lado de Barbuda, receberam a passagem do ciclone.

Maire disse que as mortes aconteceram no sul da ilha, onde o aeroporto ficou praticamente destruído e seus quatro edifícios mais robustos estão danificados.

O furacão Irma, de categoria 5, causou uma devastação no Caribe, deixando grandes danos em Porto Rico e destruindo prédios nas Pequenas Antilhas, enquanto a República Dominicana e o Haiti, que compartilham a ilha da Espanhola, estão em alerta por conta da passagem nesta quinta.

De acordo com a imprensa local, o já considerado furacão mais poderoso que passou pelo Oceano Atlântico, deixou a ilha de Barbuda "quase inabitável" e "inundada".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos