Trump oferece sua mediação em crise com Catar se atuais esforços fracassarem

Washington, 7 set (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se ofereceu nesta quinta-feira para atuar como mediador na crise entre o Catar e várias nações árabes lideradas pela Arábia Saudita se fracassarem os esforços atuais conduzidos pelo Kuwait para resolver o conflito.

"Eu estaria disposto a ser o mediador", comentou Trump na Casa Branca durante uma coletiva de imprensa conjunta com o emir do Kuwait, Sabah al-Ahmad Al-Sabah.

A crise diplomática se desencadeou no início de maio quando Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Bahrein e Egito cortaram relações diplomáticas e aplicaram uma série de sanções econômicas contra o Catar, ao acusá-lo de financiar o terrorismo, alegação negada taxativamente pelo governo catariano.

Trump disse que acredita que ele "pode ajudar" a intermediar entre Catar e Arábia Saudita e Emirados, particularmente, e que estaria disposto a fazê-lo.

"Acredito que é algo que vai ser resolvido com bastante facilidade", declarou Trump sobre a crise, ao avaliar a liderança do Kuwait como principal mediador.

"Se não resolverem, eu serei um mediador aqui mesmo, na Casa Branca", prometeu em seguida.

Com a ruptura de relações com o Catar no último dia 5 de junho, o quarteto árabe envolvido aplicou uma série de represálias econômicas, fechando suas fronteiras terrestres e marítimas e seu espaço aéreo.

No início da crise diplomática em junho, Trump se posicionou a favor do quarteto e pediu então ao Catar que deixasse de financiar o terrorismo e voltasse "à comunidade de nações responsáveis", o que entorpeceu a tentativa do Departamento de Estado de adotar uma posição neutra.

Trump salientou hoje que a crise começou por causa do "financiamento em massa ao terrorismo por parte de certos países", sem mencionar especificamente nenhuma nação.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos