EUA ampliam estado de emergência por causa do furacão Irma à Geórgia

Washington, 8 set (EFE).- O governo dos Estados Unidos ampliou nesta sexta-feira o decreto de estado de emergência para as regiões possivelmente afetadas pela passagem do furacão Irma para a Geórgia, que deve ser atingida na segunda-feira, informaram fontes oficiais.

Nos últimos dias, a Casa Branca tinha declarado estado de emergência para Porto Rico e para as Ilhas Virgens Britânicas, por onde o furacão passou com categoria 5, a maior na escala Saffir-Simpson, para a Flórida, onde o Irma deve chegar na madrugada de domingo, e também para a Carolina do Sul.

"O presidente Donald Trump declarou hoje que existe uma situação de emergência no estado da Geórgia e ordenou a destinação de recursos federais para complementar os esforços estaduais e locais", indicou a Casa Branca em um comunicado divulgado hoje.

A declaração de estado de emergência agiliza os repasses de dinheiro do governo federal em casos de desastre.

"O meu governo está trabalhando com nossos parceiros estaduais e locais com o objetivo de salvar vidas, proteger famílias e ajudar os necessitados", disse Trump em um vídeo divulgado no Twitter.

Desde a última terça-feira, o governador da Flórida, Rick Scott, anunciou uma série de medidas para facilitar a retirada da população dos locais de risco por causa do furacão, que já deixou 18 mortos em sua passagem por várias ilhas do Caribe.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos