Ilha de Barbuda é evacuada antes da chegada do furacão "José"

San Juan, 9 jun (EFE).- O governo de Antígua e Barbuda evacuou neste sábado esta segunda ilha perante a iminente chegada do furacão "José", após a devastadora passagem do ciclone "Irma", que causou a morte de pelo menos 25 pessoas nas Pequenas Antilhas e em Porto Rico.

O primeiro-ministro, Gaston Browne, ordenou que as cerca de 2.000 pessoas que não fugiram antes da passagem de "Irma" se transferissem a Antígua, a cerca de 60 quilômetros de distância, já que o olho do ciclone passará pelo leste da ilha. Todos elas foram evacuadas em ferryboats.

A previsão é que o furacão "José", de categoria 4, cause em Antígua e Barbuda, bem como em outras das Pequenas Antilhas, "grandes ondas destrutivas" e poderosas rajadas de vento que poderiam alcançar 240 quilômetros por hora, indicaram as autoridades locais.

De acordo com o Centro Nacional de Furacões (NHC) dos Estados Unidos, o ciclone perdeu um pouco de força hoje enquanto se aproxima das Ilhas de Sotavento com ventos máximos constantes de 233 quilômetros por hora.

O furacão se encontra 257 quilômetros ao leste das Ilhas de Sotavento e se move na direção noroeste a 20 quilômetros por hora, um ritmo que manterá nos próximos dias.

As ilhas de Saint Martin e Saint Barth sentirão hoje os efeitos do furacão, razão pela qual os respectivos governos locais ordenaram evacuar as áreas mais próximas ao mar.

Quanto a "Irma", o número de mortos segue crescendo e se situa em, pelo menos, 25 pessoas.

Pelo menos 11 morreram em Saint Barth e Saint Martin, quatro nas Ilhas Virgens dos Estados Unidos e o mesmo número nas britânicas e uma em Barbuda, em Barbados e em Anguila, enquanto que em Porto Rico, três pessoas morreram em fatos relacionados com as condições climatológicas causadas pelo furacão, de acordo com os novos dados apresentados pelas distintas organizações de socorro e gestão de emergências.

Os danos causados pelo furacão "Irma" nos territórios franceses de ultramar Saint Martin e Saint Barth estão estimados em 1,2 bilhão de euros, segundo o organismo público encarregado de realizar a avaliação.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos