Papa chega a Medellín para celebrar terceira missa de sua visita à Colômbia

Bogotá, 9 set (EFE).- O papa Francisco chegou neste sábado ao aeroporto Olaya Herrera de Medellín, onde celebrará a terceira missa campal de sua visita à Colômbia, e recebeu como presentes um poncho, uma bolsa "carriel" e um chapéu "paisa", elementos típicos dos camponeses dessa região.

No percurso de 36 quilômetros por terra entre os aeroportos José María Córdova de Rionegro e Olaya Herrera, que durou aproximadamente 45 minutos, dezenas de milhares de fiéis, que se declararam "afortunados", saíram para cumprimentá-lo.

Estava previsto que esse trajeto seria feito de helicóptero, mas o mau tempo impediu a viagem e o papa foi levado a bordo de um veículo fechado.

A caravana que acompanha o pontífice teve que parar em várias ocasiões porque a multidão se aproximou do carro papal para tentar cumprimentar Francisco.

Ao chegar a Olaya Herrera, onde estão reunidas cerca de um milhão de pessoas, segundo a Prefeitura de Medellín, o papa encontrou com uma multidão que o aguardava com bandeiras da Colômbia e do Vaticano e entoava cânticos religiosos.

Francisco desceu do veículo e entrou no papamóvel para cumprimentar os presentes, muitos deles acampados desde as primeiras horas de sexta-feira garantir um bom lugar na missa.

Em Olaya Herrera o papa foi recebido pelo arcebispo de Medellín, monsenhor Ricardo Tobón; o governador de Antioquia, Luis Pérez Gutiérrez, e o prefeito de Medellín, Federico Gutiérrez, que lhe entregou as chaves da cidade.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos