Ataque suicida deixa 6 mortos perto de escritório de governo na Somália

Mogadíscio, 10 set (EFE).- Pelo menos seis pessoas morreram e várias outras ficaram feridas neste domingo em um novo atentando suicida do grupo terrorista Al Shabab, que atacou um restaurante nas imediações de um escritório governamental em Beledweyne, no centro da Somália e perto da fronteira com a Etiópia.

O suicida detonou os explosivos em um restaurante ao lado do escritório de um alto funcionário de Beledweyne, que nesse momento realizava uma reunião, disse o porta-voz policial do distrito, Hussein Osman, ao portal "Shabelle News".

O grupo terrorista somali Al Shabaab, filiado a Al Qaeda, reivindicou a autoria do ataque.

O último atentado no país havia acontecido há apenas dois dias, quando pelo menos três pessoas morreram em outro ataque suicida em um restaurante na cidade de Baidoa, no sul da Somália.

Nos últimos meses, militantes do grupo jihadista cometeram atentados suicidas e assassinatos de policiais, líderes governamentais e militares na capital, além de numerosos ataques contra o exército somali e a Missão da União Africana na Somália (AMISOM).

Os ataques contra estabelecimentos civis têm como objetivo prejudicar a imagem do governo e aumentar as críticas da população local, que vê como as forças de segurança são incapazes de acabar com o grupo jihadista.

Al Shabab - que filiou-se em 2012 à rede internacional da Al Qaeda - controla parte do território no centro e no sul do país e pretende instaurar um Estado islâmico radical na Somália, que vive em um estado de guerra e caos desde 1991, quando foi derrubado o ditador Mohamed Siad Barré.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos