Miami registra primeiras inundações e árvores caídas por causa de "Irma"

Miami (EUA), 10 set (EFE).- A força dos ventos e as copiosas chuvas geradas pelo furacão "Irma" começaram a fazer estragos neste domingo em Miami, onde já há ruas inundadas e árvores caídas.

Apesar de o furacão de categoria 4 estar 50 quilômetros ao sul-sudeste de Cayo Hueso, no extremo sul da parte continental dos Estados Unidos, ou seja, a cerca de 250 quilômetros de Miami, a cidade viveu uma madrugada agitada, com fortes sequências de vento e chuva.

Os sumidouros de numerosas ruas da cidade, sob um toque de recolher desde a tarde deste sábado, não dão vazão para suportar a água que caiu nas últimas horas e começam a se inundar.

As ruas, totalmente vazias, são iluminadas pela intensidade dos numerosos raios e o forte vento se deixa notar nos edifícios da cidade, que recebem o impacto de objetos que saem voando devido às fortes sequências.

Em Miami Beach, a popular Collins Avenue também se viu inundada e se teme que os efeitos possam ser muitos piores à medida o furacão vá se aproximando e gere um possível aumento do nível do mar, o que afetaria as numerosas áreas costeiras da região.

"Irma" impactará nas próximas horas nas ilhotas da Flórida com ventos de 215 quilômetros por hora e se dirigirá previsivelmente para o noroeste, onde pode causar impacto esta tarde nas proximidades da cidade turística de Naples, cerca de 200 quilômetros ao oeste de Miami.

As dimensões de "Irma" fazem com que os seus ventos com força de furacão se estendam até 130 quilômetros de o seu centro e os de força de tempestade tropical sejam sentido a até 350 quilômetros.

As árvores são uma das amostras mais evidentes da força destes ventos e muitas já caíram nas últimas horas, sem deixar nenhum ferido até o momento.

A queda destas árvores sobre os fios de alta tensão é uma das principais razões pela qual mais de 381.000 clientes estejam sem luz em todo o estado, dos quais 201.000 correspondem ao condado de Miami-Dade, segundo dados do Departamento de Emergências estadual. EFE

abm/rsd

(foto)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos