Miami sofre nova queda de guindaste, e Fort Lauderdale tem registro de saques

Miami, 10 set (EFE).- Um segundo grande guindaste caiu neste domingo em Miami, sem deixar feridos, e o telhado de um edifício se desprendeu devido aos fortes ventos do furacão Irma, e na cidade vizinha de Fort Lauderdale foram registrados os primeiros saques.

O guindaste caiu sobre um edifício em construção em Downtown Miami, perto de onde outro despencou algumas horas antes, segundo a imprensa local.

Não há relatos de que estes dois incidentes tenham deixado feridos.

Os guindastes tinham sido um motivo de preocupação nos dias prévios ao furacão, mas as autoridades decidiram não retirar os cerca de 25 que estão em topos de edifícios por não haver tempo suficiente.

Os locais de construção foram vistoriados antes da chegada de Irma para evitar que materiais e ferramentas se transformassem em projéteis.

O Corpo de Bombeiros de Miami confirmou, por outro lado, que os fortes ventos arrancaram o telhado de um edifício de dois andares no bairro de Wynwood, muito perto do mar.

Já na cidade de Fort Lauderdale, que fica a 46km de Miami, a polícia deteve nove pessoas por saquearem várias lojas, entre elas duas de roupa e calçados esportivos, graças a uma gravação de uma emissora de TV local.

"Ir a prisão por um par de tênis é uma decisão bastante ruim", disse o chefe da polícia da cidade, Rick Maglione.

Outras cidades advertiram que perseguirão e punirão os saqueadores, ainda que o envio de agentes para patrulhar as ruas dependa das condições climáticas.

O condado de Miami-Dade, o maior em população da Flórida, ordenou toque de recolher a partir de hoje às 19h (hora local; 20h de Brasília) até amanhã às 7h (8h de Brasília).

As chuvas intensas e as poderosas rajadas de vento do furacão Irma deixaram Miami em uma situação caótica, com milhares de pessoas sem eletricidade, ruas inundadas e quedas de árvores.

O violento furacão Irma deixou sem luz mais de 2 milhões de clientes na Flórida, 21% do total, após tocar terra de manhã no arquipélago de Keys.

Até agora morreram pelo menos três pessoas na Flórida em consequência das adversas condições climáticas provocadas por Irma, atualmente um furacão de categoria 3.

Antes de chegar à Flórida com categoria 5, o ciclone causou 29 mortes e vários danos materiais em sua passagem pelo Caribe.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos