Moradores de Bogotá fazem calorosa despedida ao papa nas ruas da cidade

Bogotá, 10 set (EFE).- Uma multidão tomou as ruas de Bogotá neste domingo para se despedir do papa Francisco, durante o percurso do papamóvel entre a porta da Nunciatura Apostólica e a base militar de Catam, onde tomará um avião que o levará à cidade Cartagena.

Este último percurso no papamóvel não estava previsto, mas ontem o papa decidiu que o faria para agradecer pela calorosa acolhida que recebeu dos colombianos desde que chegou ao país, na quarta-feira passada.

Já dentro do papamóvel, o pontífice abençoou milhares de fiéis de todas as idades, abraçou e beijou crianças. Além disso, uma mulher doente conseguiu subir ao veículo e receber o abraço e a bênção de Francisco.

Os moradores da capital colombiana responderam amplamente ao gesto e madrugaram para formar um verdadeiro rio humano ao longo dos 15 quilômetros que separam a Nunciatura da base aérea, anexa ao aeroporto internacional El Dorado.

A multidão parece ser inclusive maior que a da quarta-feira passada quando, segundo as autoridades, mais de um milhão de pessoas saíram às ruas para ver Francisco em sua chegada à Colômbia.

Durante todo o percurso de hoje, em uma manhã de sol, a emocionada multidão gritava "Francisco, Francisco" ao mesmo tempo que agitava lenços brancos e bandeiras da Colômbia e do Vaticano para demonstrar seu afeto ao pontífice.

"Sinto que valeu a pena para mim e as demais pessoas que estavam ali esperar o tempo que fosse necessário por um olhar dele, porque é um homem muito cheio de Deus, que inspira muita esperança", disse à Agência Efe Martha Ortega, uma mulher que se mostrava satisfeita porque conseguiu vê-lo "por um segundo".

A polícia posicionou milhares de agentes para manter a ordem no caminho e evitar incidentes como os ocorridos nos dias prévios em Bogotá, Villavicencio e Medellín, quando algumas pessoas atravessaram o caminho do papamóvel para tentar tocar Francisco.

Apesar da presença policial, em alguns pontos da avenida El Dorado a quantidade de pessoas era tão numerosa que se formou um funil que obrigou a caravana a diminuir a velocidade.

Em Catam, o pontífice tomará um avião que o levará a Cartagena onde visitará um dos bairros mais pobres da cidade, rezará o Angelus e celebrará sua última missa no país, após o que voltará a Roma.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos