Ataque suicida contra comboio da Otan no Afeganistão deixa vários feridos

Kabul, 11 set (EFE).- Um ataque suicida contra um comboio da Otan na província de Parwan, no norte do Afeganistão, deixou um número indeterminado de soldados e civis feridos, informaram fontes oficiais.

Um talibã, que morreu na ação, detonou um carro-bomba contra um comboio da organização quando este passava pelo distrito de Bagram, informou à Agência Efe a porta-voz do governador provincial, Wahida Shahkar.

"Um pequeno número de membros da (missão da Otan no Afeganistão) Apoio Decidido e civis afegãos ficaram feridos hoje quando um agressor suicida atacou o seu comboio com um artefato explosivo improvisado colocado em um veículo", confirmou o escritório das forças aliadas em um comunicado.

Segundo a missão, os soldados foram levados à base área de Bagram e se encontram fora de perigo, enquanto os civis permanecem em um hospital da região, embora não se saiba seu estado.

Os talibãs reivindicaram o atentado através de um comunicado de seu porta-voz Zabihullah Mujahid, em que confirmam que a ação foi um ataque suicida e identificam o autor como Ahmad.

Desde o fim da sua missão de combate no país em 2015, a Otan mantém cerca de 13 mil militares no Afeganistão em tarefas de assessoria e capacitação, e os Estados Unidos mantêm aproximadamente 11 mil, como parte dessa operação de assistência e ações antiterroristas.

O presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou um aumento do efetivo americano ainda por determinar, mas que deve ser de aproximadamente 4 mil homens, enquanto a Aliança Atlântica pediu recentemente aos países membros um aumento de suas tropas para apoiar a missão no país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos