Bloco governista de direita vence eleições na Noruega, segundo projeções

Copenhague, 11 set (EFE).- O bloco governista de direita da primeira-ministra da Noruega, a conservadora Erna Solberg, venceu nesta segunda-feira as eleições legislativas no país com 49,9% dos votos, segundo uma projeção divulgada pela rede de televisão pública "NRK".

Os quatro partidos de direita obteriam 88 das 169 cadeiras do Storting (Parlamento) contra 81 do bloco opositor, liderado pelo líder do Partido Trabalhista, Jonas Gahr Store.

Os trabalhistas, que eram os mais votados desde 1924, manteriam a a condição de maior bancada parlamentar apesar de perderem representação em relação às últimas eleições, com 27,3% e 50 deputados. O Partido Conservador, de Solberg, viria a seguir segundo a projeção, com 26,2% e 49 cadeiras.

O xenofóbico Partido do Progresso, que governa em coalizão com os conservadores, continuariam a ser a terceira legenda mais votada, com 15,7% e 29 cadeiras, números muito similares aos de quatro anos atrás.

Liberais e democrata-cristãos, as outras duas forças do bloco governamental, que garantiram a maioria ao governo, ficariam pouco acima da cláusula de barreira de 4%, com dez cadeiras.

O retrocesso dos trabalhistas, de quase 4 pontos percentuais, seria compensado pelo crescimento dos seus aliados, o Partido de Centro, que conseguiria 9,4% e 17 cadeiras; e o Partido de Esquerda Socialista, com 5,7% e 11.

Tanto Os Verdes como o comunista Partido Vermelho ficariam abaixo de 4%, mas conseguiriam um deputado cada pelos votos pessoais, de acordo com esta projeção.

As pesquisas divulgadas nos últimos dias apontavam uma grande paridade entre os dois blocos, com leve vantagem para a direita, um panorama em que os indecisos e o papel dos pequenos partidos se anunciava decisivo.

A direita diminuiu nas primeiras semanas de campanha a ampla vantagem que o bloco opositor teve nos meses prévios e assumiu a liderança, ainda que as pesquisas mais recentes apontassem uma recuperação da centro-esquerda.

A consolidação do bloco governista coincide com a recuperação econômica da Noruega, maior exportador de petróleo e gás da Europa ocidental e que sofreu com a queda dos preços do petróleo em 2014. EFE

alc/id

(foto)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos