Explosão de carro-bomba em estacionamento público na Somália deixa 5 mortos

Mogadíscio, 11 set (EFE).- Pelo menos cinco pessoas morreram nesta segunda-feira e outras dez ficaram feridas após a explosão de um carro-bomba em um estacionamento público de um hospital de Mogadíscio, informaram fontes do exército somali.

O atentado foi reivindicado pelo grupo jihadista Al Shabab, que mantém uma dura campanha contra alvos civis na capital do país.

A explosão aconteceu por volta das 16h (horário local, 10h de Brasília) no estacionamento do hospital Weheliye, em uma área movimentada da cidade, que minutos depois foi cercada pelas forças de segurança.

Alguns dos feridos se encontram em estado grave, por isso o número de mortos pode aumentar.

Este é o terceiro ataque perpetrado pelo Al Shabab nos últimos quatro dias.

O primeiro foi na sexta-feira passada em Baidoa (sul), onde três pessoas morreram em um atentado suicida no interior de um restaurante, e o segundo aconteceu ontem em outro restaurante de Beledweyne (centro), que deixou seis mortos.

Os ataques contra estabelecimentos civis têm o objetivo de prejudicar a imagem do governo e aumentar as críticas da população local, que vê como as forças de segurança são incapazes de acabar com o grupo jihadista.

O Al Shabab - que em 2012 se filiou à rede internacional da Al Qaeda - controla parte do território no centro e do sul da Somália e pretende instaurar um Estado islâmico de vertente wahabista na Somália.

A Somália vive em um estado de guerra e caos desde 1991, quando foi derrubado o ditador Mohamed Siad Barre.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos