ONU impõe novas sanções à Coreia do Norte por testes nucleares

Nações Unidas, 11 set (EFE).- O Conselho de Segurança da ONU aprovou nesta segunda-feira uma resolução com novas sanções contra a Coreia do Norte pelos testes nucleares e balísticos que vem realizando desde 2006.

A resolução, que contou com o apoio unânime dos 15 integrantes do Conselho, foi proposta pelos Estados Unidos, mas até chegar à mesa de votação o texto foi revisado, com efeitos menos drásticos, para que pudesse ser aprovado.

Inicialmente, os EUA estavam pedindo, entre outras coisas, a proibição que os países-membros da ONU vendessem à Coreia do Norte gás, petróleo e produtos petrolíferos refinados, bem como a proibição de comprar têxteis norte-coreanos.

Uma versão posterior do texto que foi negociada no último final de semana, por outro lado, reduzia o alcance destas medidas, já que incluíam pontos que Rússia e China, com direito de veto no conselho, não tinham visto com bons olhos.

A resolução aprovada estabelece a proibição de vender à Coreia do Norte gás natural ou condensado e produtos petrolíferos refinados que excedam meio milhão de barris a partir de 1º de outubro e de dois milhões de barris a partir de 1º de janeiro de 2018 e durante 12 meses.

Também determina que sejam congeladas as quantidades de petróleo que se vende à Coreia do Norte para que não excedam os montantes entregues durante os últimos 12 meses.

Além disso, estabelece que a Coreia do Norte não poderá vender seus produtos têxteis fora do país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos