Operários que sobreviveram a Irma em ilha do Caribe chegam à Nicarágua

Manágua, 11 set (EFE).- Quatro operários nicaraguenses que sobreviveram aos ventos de 298 quilômetros por hora do furacão Irma em uma pequena ilha do Caribe voltaram à Nicarágua após intensos trabalhos de busca, informou nesta segunda-feira uma fonte oficial.

Os operários tinham sido reportados como desaparecidos no último dia 6 de setembro, após o impacto de Irma nas Ilhas Virgens Britânicas, após não conseguirem deixar a ilha de Anegada, apontou a Presidência através veículos do governo.

Irma estava classificado como um furacão de categoria 5 na escala Saffir-Simpson quando atingiu as Ilhas Virgens Britânicas, entre elas a pequena Anegada, com ventos de 298 quilômetros por hora, os mais fortes já registrados por um ciclone na bacia do oceano Atlântico.

"Os ventos levaram tudo, sentimos medo", disse o operário Carlos Armando Díaz, que sobreviveu a Irma ao lado de Víctor Silva, Milton Malespín e Juan Ramón Caballero.

O governo da Nicarágua e autoridades das Ilhas Virgens Britânicas e corpos de bombeiros de ambos os territórios se coordenaram para realizar uma expedição em Anegada.

Os operários estavam na ilha fazendo trabalhos de infraestrutura para uma empresa nicaraguense quando foram surpreendidos por Irma, segundo o governo da Nicarágua.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos