Primeiro-ministro de Israel chega à Argentina para reforçar relação bilateral

Buenos Aires, 11 set (EFE).- O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, chegou nesta segunda-feira a Buenos Aires para iniciar uma visita oficial que será marcada pelo encontro de amanhã com o presidente da Argentina, Mauricio Macri, com quem assinará uma série de acordos para reforçar a relação bilateral.

Pouco antes das 12h locais (mesmo horário em Brasília) e acompanhado de sua esposa, Sara, Netanyahu chegou ao Aeroporto Internacional Ministro Pistarini.

Netanyahu inicia na capital argentina a primeira viagem de um primeiro-ministro do país à América Latina. Depois da Argentina, ele passará por Colômbia e México.

No périplo pela Argentina, onde vive a maior comunidade judaica da região, o primeiro-ministro também se reunirá amanhã em Buenos Aires com o presidente do Paraguai, Horacio Cartes. Segundo o chanceler paraguaio, o encontro será para "ratificar as excelentes relações" entre os dois países.

Por causa do forte esquema de segurança que acompanha o primeiro-ministro israelense, várias ruas do centro de Buenos Aires tiveram a circulação interrompida. Uma das linhas de metrô, que passa pelo Congresso, pela Avenida de Maio e a Casa Rosada, sede da presidência, também não irá operar.

A visita se prolongará até a manhã de quarta-feira. Hoje à tarde, Netanyahu visitará o local onde estava a embaixada de Israel em 1992, ano no qual um atentado matou 29 pessoas. Depois, irá à sede da Associação Mutual Israelita Argentina (Amia), palco de outro ataque terrorista, que deixou 85 mortos em 1994.

Já na terça-feira, Netanyahu realizará uma tradicional oferenda floral em frente ao monumento do herói argentino José de San Martín na praça que leva seu nome. Na sequência, irá à Casa Rosada para ser recebido por Macri, com quem assinará vários acordos bilaterais.

À tarde, o premiê israelense, que está sendo investigado no seu país por irregularidades financeiras e fraude, fará um discurso para empresários locais para promover possíveis investimentos.

Na quarta-feira, Netanyahu viaja para Bogotá, onde se reunirá com o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos. Depois, na sexta-feira vai até o México, para ter uma reunião com o presidente do país, Enrique Peña Nieto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos