Aeroporto de Havana reinicia voos após passagem do furacão Irma

Havana, 12 set (EFE).- O aeroporto internacional José Martí, em Havana, retomou nesta terça-feira as operações após permanecer três dias fechado por causa do furacão Irma, que atingiu a capital de Cuba no último sábado provocando inundações, deixando mortos e danificando seriamente o fornecimento elétrico na ilha.

Uma fonte aeroportuária confirmou à Agência Efe que pelo menos um voo já pousou em Havana. Milhares de turistas estão presos na ilha desde sábado depois da passagem do poderoso furacão por Cuba.

A Aeronáutica Civil de Cuba também informou em uma nota que reabriu hoje o aeroporto de Juan Gualberto Gómez, no balneário de Varadouro, a 140 quilômetros de Havana.

Em Varadouro, o principal destino de sol e praia da ilha, havia até a manhã de hoje 15 mil turistas estrangeiros, a grande maioria deles com voos de retorno atrasados.

O aeroporto de Jardines del Rey, o mais próximo da costa norte, ficou completamente destruído e ainda não se sabe quando ele poderá voltar a operar novamente.

O Irma, que chegou a Cuba como um furacão de categoria 5, o maior nível na escala Saffir-Simpson, deixou dez mortos na passagem pelo país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos