Sobe para 12 o número de mortes causadas pelo furacão "Irma" na Flórida

Miami (EUA), 12 set (EFE).- Pelo menos 12 pessoas morreram na Flórida como consequência da passagem do furacão "Irma" pelo estado nos últimos dias, informou nesta terça-feira o escritório do governador, Rick Scott, aumentando a cifra total de vítimas nos Estados Unidos para 19.

Os últimos dados manejados pelos meios de comunicação locais na Flórida eram sete e incluíam mortos que não figuram na lista de 12 divulgada pelo escritório do governador, razão pela qual a cifra definitiva ainda pode aumentar.

McKinley Lewis, porta-voz do governador, disse que estes 12 casos foram relacionados com "Irma" por um médico forense e não incluem, por enquanto, os três mortos anunciados hoje pelo administrador do condado de Monroe, Roman Gastesi, e o prefeito de Miami-Dade, segundo informou o jornal "Tallahassee Democrat".

Gastesi disse em uma entrevista à emissora "Fox News" que três pessoas tinham morrido no seu condado, onde se encontra o arquipélago de Flórida Keys, onde "Irma" chegou no domingo como furacão de categoria 4 e ventos de 215 quilômetros por hora.

O número tampouco incluiria o caso anunciado pelo prefeito de Miami-Dade, Carlos Giménez, que informou que um homem morreu intoxicado por monóxido de carbono ao usar um gerador elétrico em um espaço fechado ao ficar sem eletricidade devido ao furacão.

Dos 12 casos de mortes relacionadas com "Irma", seis aconteceram em acidentes de trânsito devido ao mau tempo, quatro enquanto se preparavam para a chegada do ciclone, um eletrocutado e o último de ataque cardíaco enquanto tentava ligar um gerador elétrico.

Estas mortes se somam a pelo menos três no estado da Geórgia e quatro na Carolina do Sul, além das 37 no Caribe, onde "Irma" chegou a alcançar a categoria 5, a máxima na escala Saffir-Simpson.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos