Falta de luz provocada pelo furacão "Irma" deixa 6 mortos em asilo na Flórida

(Atualiza número de mortos e acrescenta informações).

Miami (EUA), 13 set (EFE).- Seis pessoas morreram e outras 115 tiveram que ser retiradas de um asilo localizado na cidade de Hollywood, ao norte de Miami, em um caso relacionado com a falta de eletricidade na região por causa da passagem do furacão "Irma".

A prefeita do condado de Broward, Barbara Sharief, indicou em entrevista coletiva que três das vítimas morreram no Centro de Habilitação de Hollywood Hills, enquanto outras três chegaram a ser levadass ao hospital Memorial Regional, mas também não resistiram.

As autoridades investigam agora se as mortes ocorreram por inalação de monóxido de carbono expelido por um gerador elétrico ou pelo calor registrado por causa do corte no fornecimento de energia e pela ruptura no sistema de ar condicionado provocada pelo furacão.

O chefe da polícia de Hollywood, Tomas Sánchez, disse aos meios de comunicação que, além da investigação criminal, estão checando a situação de outros 42 asilos de idosos na cidade para comprovar o estado de seus pacientes.

Três dos mortos foram identificados como Estella Hendricks, de 71 anos, Gail Nova, da mesma idade, e Carolyn Eatherly, de 78.

Ainda não se sabe quanto tempo o centro de atenção à terceira idade permaneceu sem energia antes que fizessem uma chamada de emergência nesta madrugada.

As imagens divulgadas pela imprensa local mostram idosos em cadeiras de roda no lado de fora do asilo, que fica ao lado do Larkin Community Hospital, que também teve que ser evacuado.

Um operário trabalha para consertar os aparelhos de ar condicionado, enquanto o asilo aguarda a chegada de representantes da companhia Flórida Power Light para fazer reparos e restabelecer o fornecimento de energia no local, informou uma emissora local.

O número provisório de mortos pela passagem do "Irma" subiu, segundo a "ABC News" para 23 pessoas nos EUA.

Por sua vez, o "Weather Channel" eleva o número de vítimas para 47 e calcula prejuízos de bilhões de dólares nos EUA e no Caribe.

Só na Flórida, as autoridades destacaram ontem que já tinham destinado cerca de US$ 250 milhões para trabalhos de recuperação e limpeza da região.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos