Supostos bombardeios da coalizão na Síria deixam pelo menos 12 mortos

Beirute, 13 set (EFE).- Pelo menos 12 civis morreram nesta quarta-feira em supostos bombardeios da coalizão internacional, liderada pelos EUA, na província síria de Deir ez-Zor (nordeste), palco de duas ofensivas por parte das tropas governamentais e de milícias curdas e seus aliados, segundo ativistas.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos precisou que 7 mortos perderam a vida por um suposto ataque de aviões da coalizão no povoado de Mazlum.

Além disso, 4 civis morreram de forma similar na localidade de Jishan, enquanto outro morreu em Hatla.

Os bombardeios também deixaram um número indeterminado de feridos, alguns deles em estado graves.

A aliança internacional também teve como alvo a população de Al Shuhail, onde não há informações de vítimas.

Todas essas localidades se situam ao leste do rio Eufrates na passagem por Deir ez-Zor, onde as Forças da Síria Democrática (FSD), uma aliança armada liderada por milícias curdas e apoiadas pela coalizão, iniciaram no sábado uma operação militar contra o grupo jihadista Estado Islâmico (EI).

O Observatório disse que os confrontos entre as FSD e os extremistas seguiram hoje na zona industrial, nos arredores da cidade de Deir ez-Zor, capital da província homônima.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos