Trump critica Hillary por não assumir culpa pela derrota nas eleições de 2016

Washington, 14 set (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, acusou, na quarta-feira, sua ex-adversária, a democrata Hillary Clinton, de "culpar todos - e tudo - menos a ela própria" da sua derrota nas eleições presidenciais do ano passado.

As palavras de Trump coincidiram com uma entrevista de Hillary à "CNN", por conta do lançamento do seu novo livro "What Happened", onde ela fala sobre sua derrota para Donald Trump.

Como no livro, na entrevista para a "CNN", a democrata culpou, entre outros, ao ex-diretor do FBI James Comey; ao presidente russo, Vladimir Putin; a seu ex-rival nas primárias democratas, Bernie Sanders; além do próprio sistema eleitoral.

Hillary Clinton disse que foi derrotada a apenas uma semana das eleições, no dia em que Comey anunciou que reabria a investigação contra elas por conta do caso dos e-mails: "Esse foi o dia decisivo, pois parou meu momento".

Sobre Sanders, ela afirmou que o senador cometeu o "pecado politico" de não ter "unificado" o partido, se retirando antes das primárias, com isso causando um "dano duradouro" à campanha da ex-primeira-dama.

Minutos após a entrevista, foi Donald Trump comentou através se seu meio favorito, a rede social Twitter.

"A desonesta Hillary Clinton culpa a todo o mundo (e a todos) menos a ela mesma pela sua derrota eleitoral. Perdeu os debates e perdeu a direção!", disse Trump.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos