Explosão no metrô de Londres deixa 18 hospitalizados

Londres, 15 set (EFE).- Dezoito pessoas foram hospitalizadas nesta sexta-feira após ficarem feridas pela explosão de um artefato em um trem do metrô de Londres, enquanto vários passageiros sofreram queimaduras e cortes, segundo informaram os serviços de emergência.

Apesar disso, a fonte disse que as feridas destas 18 pessoas não são graves gravidade.

A explosão, que provocou um incêndio, aconteceu em um recipiente branco que estava dentro de uma bolsa de supermercado em um vagão de um trem com capacidade para 865 passageiros.

O fato ocorreu na estação de Parsons Green, no trecho externo da linha District Line, que foi suspensa parcialmente, entre as estações de Wimbledon e Earls Court.

Um passageiro, identificado só como Lucas, disse à BBC que escutou "uma explosão muito forte" e que viu "pessoas com ferimentos leves, queimaduras no rosto, braços, pernas".

A primeira-ministra britânica, Theresa Mai, presidirá esta tarde uma reunião do comitê de emergência Cobra, formado pelo principal ministro do Governo.

As forças da ordem confirmaram que tratam o ocorrido como um "incidente terrorista", que provocou uma "bola de fogo" em um trem repleto de passageiros.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos