Parlamento do Curdistão aprova realização de referendo de independência

Erbil (Iraque), 15 set (EFE).- O Parlamento do Curdistão aprovou nesta sexta-feira a realização de um referendo de independência da região no próximo dia 25 de setembro.

A medida foi aprovada em uma sessão extraordinária, a primeira em dois anos, com a ausência de alguns grupos opositores. Um total de 65 dos 68 deputados presentes votou a favor do referendo. Os outros três presentes se abstiveram.

As potências ocidentais tentam adiar a votação porque acreditam que a unidade no Iraque é essencial para derrotar o grupo terrorista Estado Islâmico (EI), luta na qual os curdos desempenharam um papel bastante destacado.

Os partidos Movimento da Mudança (Goran) e Agrupamento Islâmico (Komal) anunciaram hoje em diferentes comunicados que boicotariam a sessão extraordinária para aprovar a convocação do referendo.

O Komal explicou que não houve acordo para a realização da sessão, preparada apenas por dois blocos políticos.

O Partido Democrático do Curdistão (PDK), liderado pelo presidente da região, Masud Barzani, convocou a votação no parlamento para ratificar a realização do referendo e encarregar a Comissão Eleitoral de sua convocação.

Barzani afirmou hoje em um evento realizado na cidade de Amadiya, na província de Dohuk, que até o momento não há alternativa que possa substituir o referendo.

Ele se referia à reunião realizada ontem com representantes do Reino Unido, Alemanha, França, Estados Unidos e ONU, que o entregaram uma proposta alternativa ao referendo.

O governo central do Iraque se opõe frontalmente ao referendo. Na última terça-feira, o Parlamento do país votou contra a realização e pediu ao Executivo que atue para manter a unidade nacional.

Além disso, o Parlamento destituiu o governador da província de Kirkuk por defender o referendo de independência.

O Curdistão iraquiano é uma região autônoma desde a década de 1990, um status que foi reconhecido na Constituição de 2005, na qual o Iraque é definido como um estado federal.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos