Prefeito de Londres condena atentado e diz que terrorismo "não vencerá"

Londres, 15 set (EFE).- O prefeito de Londres, Sadiq Khan, condenou nesta sexta-feira o atentado na estação de metrô de Parsons Green e assegurou que, "como Londres demonstrou tantas vezes antes, o terrorismo não intimidará nem vencerá".

"A Polícia Metropolitana confirmou que a explosão esta manhã em um vagão na estação de Parsons Green foi tratada como um incidente terrorista", declarou Khan através de um comunicado.

A explosão ocorreu por volta das 8h21 (horário local, 4h21 em Brasília) em um trem na estação de Parsons Green, na linha do metrô District, quando dirigia-se ao centro da capital britânica, mas sem que tenha causado mortos.

"A nossa cidade condena inteiramente esses indivíduos que tentam usar o terror para nos fazer dano e destroçar nossa forma de vida. Como Londres demonstrou uma e outra vez, o terrorismo não nos intimidará nem nos vencerá", declarou o prefeito.

Além disso, o prefeito pediu aos londrinos que "mantenham a calma e permaneçam alertas" enquanto os fatos são esclarecidos.

"Estou em contato direto com a Polícia Metropolitana, o Governo e outros serviços de emergência que estão no local. Esta tarde irei à reunião do comitê de emergência Cobra com a primeira-ministra (Theresa Mai)", disse Khan.

Segundo informou a residência oficial de Downing Street, a chefe do Governo conservadora convocou esta tarde o chamado comitê Cobra, formado pelos principais ministros e que só se reúne quando acontece algum atentado terrorista ou um incidente grave.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos