Universidade francesa terá banheiros para pessoas de gênero "neutro"

Paris, 15 set (EFE).- A Universidade François Rabelais de Tours, no centro da França, vai habilitar até o final desse ano banheiros para pessoas de gênero "neutro", dentro de um dispositivo de medidas para evitar a discriminação de estudantes que não se sentem confortáveis na classificação de homens e mulheres.

A universidade também autorizará que esses jovens ponham nas suas carteiras de estudantes o nome que queiram utilizar de forma habitual, ainda que nos documentos oficiais (como titulações e boletins) aparecerá o que lhes é atribuído no registro civil, explicou nesta sexta-feira o jornal "Le Figaro".

No caso dos banheiros com gênero "neutro", haverá pelo menos um por edifício, uma medida quase sem custo para a instituição, já que a única coisa que mudarão são as sinalizações do lado de fora.

Esta iniciativa para o reconhecimento das pessoas transgênero tem sua origem no caso de setembro do ano passado de um estudante de primeiro ano de psicologia que estava em processo de mudança de gênero.

O seu relato sobre as dificuldades para conviver com o tratamento hormonal, as brincadeiras de que era alvo, em particular no momento de ir ao banheiro, sensibilizaram a responsável da missão para a diversidade, a igualdade e as invalidezes do campus, Concetta Pennuto.

"Por enquanto, trabalhamos em cinco casos. Mas teríamos tomado essas medidas mesmo se só implicassem um de nossos estudantes", indicou Pennuto.

Na França não há nenhum decreto nem disposição legislativa para um tratamento específico nos centros escolares.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos