Governador de Porto Rico declara estado de emergência por furacão Maria

San Juan, 18 set (EFE).- O governador de Porto Rico, Ricardo Rosselló, declarou nesta segunda-feira estado de emergência pela passagem do furacão Maria pela ilha, que espera um impacto "mais devastador" que o de Irma.

Em uma entrevista coletiva, o governador informou que o ciclone, agora de categoria 2, pode passar por Porto Rico na quarta-feira com intensidade 3 ou 4.

"Porto Rico todo vai sentir os efeitos do furacão", disse Rosselló, que ressaltou que Maria será "pior que George (setembro de 1998) e Hugo (setembro de 1989)", caso atinja a ilha como se espera.

Após apontar que foi ordenada a evacuação das partes baixas próximas ao mar, Rosselló advertiu que os ventos devem chegar até 225 quilômetros por hora.

Além disso, o governador adiantou que "não haverá luz", assim como na passagem de Irma, que deixou Porto Rico sem eletricidade devido à sua infraestrutura elétrica debilitada.

O diretor da Autoridade de Energia Elétrica, Ricardo Ramos, disse que agora está concentrado na preparação e em reduzir os danos e acrescentou que os tanques de combustível para os geradores da rede foram abastecidos.

"Hoje os helicópteros estão voando sobre as linhas de transmissão para identificar pontos fracos", disse.

O meteorologista Ernesto Morales indicou em entrevista coletiva que Maria deve tocar terra na quarta-feira no sudoeste de Porto Rico e que deixará a ilha pelo noroeste na quinta-feira à noite.

"Os especialistas do Centro Nacional de Furacões me pediram que dissesse estas palavras: a incerteza é bem baixa e a confiança no prognóstico é alta de que o furacão continue sua trajetória como categoria 3 ou 4", declarou Morales.

Espera-se que as chuvas e os ventos durem de 12 a 24 horas durante a passagem do ciclone, já que este se moverá lentamente.

O governador também disse que há um barco nas proximidades da ilha com gasolina, água e geradores que chegará a Porto Rico após a passagem do furacão.

"É iminente o impacto em Porto Rico e queremos que todos comecem as estratégias pertinentes para manter suas famílias seguras, fazer a transição aos refúgios e conseguir o objetivo principal, que é salvar vidas", pediu Rosselló.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos