Peña Nieto pede calma enquanto número de mortos segue aumentando no México

Cidade do México, 19 set (EFE).- O presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, pediu nesta terça-feira aos moradores das áreas afetadas pelo terremoto que sacudiu o centro do México que mantenham a calma, enquanto o número de mortos já chegou a 119.

Em declarações a jornalistas após retornar à Cidade do México, o governante recomendou à população que se mantenha atenta aos avisos das autoridades do Sistema Nacional de Defesa Civil.

"Vamos sobrevoar para fazer uma avaliação das áreas afetadas. Evidentemente estarei me reunindo em breve com todo o meu gabinete", indicou Peña Nieto.

No momento do sismo, o presidente dirigia-se a Oaxaca, o estado mais afetado pelo terremoto do último dia 7 de setembro, que deixou 78 mortos ali, além de 16 em Chiapas e quatro em Tabasco.

"Faço um respeitoso apelo à população para que mantenhamos a serenidade e estejamos atentos aos chamados e aos alertas e recomendações da Defesa Civil", declarou.

Peña Nieto também pediu às pessoas que evitem retornar aos seus lares para recuperar pertences, já que podem ocorrer réplicas do movimento de 7,1 graus de magnitude na escala de Richter, e os edifícios que ficaram danificados poderiam desabar.

"O mais importante neste momento é que a população se ponha a salvo e esteja atenta às recomendações que, através dos meios de comunicação, estaremos fazendo", enfatizou.

As autoridades elevaram para 119 a cifra de vítimas mortais do terremoto desta terça-feira, enquanto os serviços de emergência realizam trabalhos de resgate nas áreas afetadas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos