Trudeau afirma que Canadá quer um posto no Conselho de Segurança em 2021

Toronto (Canadá), 19 set (EFE).- O primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, confirmou nesta terça-feira que o Canadá quer ocupar um dos dez postos rotativos do Conselho de Segurança da ONU em 2021, após a histórica derrota que o país sofreu em 2010 quando sua candidatura foi rejeitada.

Trudeau afirmou hoje durante uma entrevista coletiva que "o Canadá deveria ter um posto no Conselho de Segurança da ONU em 2021" e que seu país está embarcado em uma campanha internacional para assegurar sua eleição.

Em 2010, durante o governo do premiê conservador, Stephen Harper, a candidatura do Canadá foi rejeitada pela maioria dos países da Assembleia Geral, uma derrota histórica para um país que se distinguiu por sua participação no organismo internacional.

A derrota do Canadá foi precedida pelas críticas, e às vezes desdém, de Harper para os organismos da ONU. Harper também expressou em numerosas ocasiões sua falta de interesse na diplomacia multilateral.

Após a falida candidatura canadense ao Conselho de Segurança, Harper anunciou a retirada do Canadá do Protocolo de Kyoto.

"O Canadá sabe que temos um importante papel no mundo e ser parte do Conselho de Segurança da ONU em 2012 assegurará que uma voz importante é escutada e ressona no mundo todo", destacou hoje Trudeau.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos