Trump oferece apoio ao México após forte terremoto

Washington, 19 set (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, manifestou solidariedade ao México após o forte terremoto de magnitude 7 na escala Richter que sacudiu a capital do país vizinho.

"Deus abençoe o povo da Cidade do México. Estamos com vocês e estaremos lá para ajudá-los", disse o governante em sua conta no Twitter.

Pouco depois, o vice-presidente dos EUA, Mike Pence, também se pronunciou na mesma rede social.

"Nossos corações estão com as pessoas da Cidade do México, Estamos pensando em vocês e, como disse o presidente, estamos com vocês", disse.

Trump foi duramente criticado recentemente após demorar seis dias para prestar qualquer tipo de condolência ao governo mexicano após um tremor de magnitude 8,2 que também sacudiu parte da América Central e deixou dezenas de mortos.

Quase uma semana depois, Trump ligou para o presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, para expressar condolências, mas deu uma curiosa desculpa para o atraso: problemas de "sinal" no telefone do governante do país vizinho.

Aquele terremoto, ocorrido no último dia 7, foi o segundo mais forte da história do México e teve 260 réplicas, levando ao temor de que repetisse a catástrofe de 1985, quando uma réplica de magnitude 8,1 sacudiu o país e deixou mais de 10 mil mortos. E justamente hoje completam-se 32 anos daquela tragédia.

O tremor registrado hoje no centro do México foi de magnitude 7 na escala Richter, segundo a última atualização do Serviço Sismológico Nacional (SSN), que inicialmente avaliou o tremor como de magnitude 6,8 e depois de 7,1.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos