México revisa balanço parcial, e número de mortos em terremoto cai para 218

Cidade do México, 20 set (EFE).- O número de mortos no terremoto que abalou a região central do México ontem caiu de 224 para 219, de acordo com o último balanço divulgado pelas autoridades do país.

Em uma entrevista à "Televisa", o ministro de Governo, Miguel Ángel Osorio, afirmou que estão confirmadas 218 mortes. Horas antes, as autoridades tinham informado sobre outras seis vítimas.

Os dados, no entanto, ainda são preliminares. As equipes de resgate seguem trabalhando nos prédios que desabaram por causa do temor e não se sabe quantas pessoas estão desaparecidas.

Na capital do país, segundo o chefe de Governo da Cidade do México, Miguel Ángel Mancera, pelo menos 94 pessoas morreram e outras 800 ficaram feridas, sendo que 220 delas ainda seguem internadas. Além disso, 39 edifícios foram completamente destruídos.

As equipes de resgate não descansam desde que o terremoto sacudiu com violência a capital e os estados de Morelos e Puebla.

Mancera explicou que muitas pessoas foram resgatadas vivas e que os trabalhos continuam porque as autoridades temem haver moradores em baixo dos escombros dos prédios que desabaram.

Além dos 39 imóveis completamente destruídos, outros 600 edifícios terão que ser avaliados por causa dos danos. Desse total, segundo Mancera, 30 deles foram gravemente avariados pelo tremor.

Apesar das informações publicadas em redes sociais, Mancera disse não ter registro de crimes na cidade aproveitando do caos gerado pelo terremoto.

A Cidade do México decretou estado de emergência, obtendo a liberação de um fundo de cerca de US$ 169 milhões para lidar com crises de grande envergadura.

O titular da Comissão Federal de Eletricidade, Jaime Hernández, informou que 4,8 milhões de pessoas registraram problemas de falta de luz no início da manhã. No entanto, segundo ele, 90% do fornecimento de energia já foi restabelecido.

Até o momento, foram registradas 23 réplicas do terremoto, a maior de magnitude 4 graus, de acordo com dados do Serviço Sismológico Nacional do México.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos