Terceiro suspeito de ligação com atentado em metrô londrino é detido

Londres, 20 set (EFE).- Um terceiro homem foi detido, suspeito de relação com a explosão da última sexta-feira, na estação de metrô Parsons Green, no sudoeste de Londres, informou nesta quarta-feira a polícia do Reino Unido.

Trata-se de um homem de 25 anos, detido ontem à noite em Newport, no sul do País de Gales, por agentes da unidade antiterrorista da Polícia Metropolitana de Londres (Met, sigla em inglês), com o apoio das forças da ordem galesas, acrescentou a fonte.

O homem, cuja identidade não foi divulgada, foi mantido sob a lei antiterrorista britânica.

Além disso, os agentes estiveram em uma residência em Newport, como parte da investigação sobre o ataque, ocorrido no início da manhã, na linha de metrô District.

A explosão, ocorrida em um recipiente branco, feriu levemente 30 pessoas, o artefato, de fabricação caseira, apenas detonou parcialmente, de acordo com a polícia.

Além deste homem de 25 anos, os agentes detiveram no último final de semana, duas pessoas, um jovem de 18 anos, no porto de Dover, sudeste da Inglaterra, e outro de 21, em Hounslow, perto do Aeroporto de Londres-Heathrow.

A polícia esteve, além do endereço em Newport, em outras duas propriedades em Surrey (nos arredores de Londres) e outra em Hounslow.

Após as prisões, o Reino Unido reduziu no último domingo de "crítico" para "grave" o nível de alerta terrorista, o que significa que um atentado é altamente provável, mas não iminente.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos