UE afirma que Irã está cumprindo acordo nuclear e não haverá renegociação

Nações Unidas, 20 set (EFE).- As potências signatárias do acordo nuclear com o Irã afirmaram nesta quarta-feira que todas as partes estão cumprindo o pacto, segundo disse a chefe da diplomacia da União Europeia (UE), Federica Mogherini, que descartou que possam renegociar pontos desse convênio selado em 2015.

"Não há necessidade de renegociar partes do acordo, porque está funcionando", assegurou Mogherini após presidir um encontro ministerial entre o Irã e as potências internacionais que negociaram o pacto.

Segundo explicou, todos os participantes da reunião, incluindo os Estados Unidos, consideraram que o acordo nuclear está sendo respeitado plenamente.

"Todos estivemos de acordo. Não há violações", apontou a diplomata, que lembrou que o pacto se atém estritamente ao programa atômico iraniano e que a agência especializada da ONU certificou repetidamente que Teerã o está cumprindo.

"Há outras questões que estão fora do acordo e estes assuntos poderiam ser tratados em diferentes formatos, diferentes foros. Isso inclui o fato, acredito que não é um mistério, de que os EUA estão revisando sua própria política sobre o Irã", acrescentou.

Um dia antes, o presidente americano, Donald Trump, tinha se referido ao pacto como "uma vergonha" e tinha dado a entender que poderia retirar seu país.

Hoje, Trump assegurou que já tomou uma decisão a respeito, mas não quis revelar qual.

Por sua parte, o secretário de Estado americano, Rex Tillerson, revelou que o presidente quer "renegociar" o acordo nuclear para corrigir seus "defeitos".

Essa ideia foi rejeitada hoje frontalmente pelo presidente iraniano, Hassan Rohani, que descartou qualquer possibilidade de reabrir a questão.

Perguntada a respeito, Mogherini também considerou que não é nem necessário nem factível renegociar um pacto que levou anos para ser alcançado e que "está funcionando".

Além disso, defendeu a importância do proteger o acordo, sobretudo em um momento de tensão com a Coreia do Norte.

"Já temos uma potencial crise nuclear, definitivamente não devemos caminhar para uma segunda", salientou.

A responsável de Relações Exteriores da UE disse que na reunião de hoje os ministros não discutiram em nenhum momento sobre possíveis remodelações.

Quando questionada se no encontro os EUA se comprometeram a continuar no acordo nuclear com o Irã, Mogherini sorriu e optou por não responder e passar à próxima pergunta.

"Como europeus, asseguraremos que o acordo segue", respondeu quando perguntada pelo futuro do pacto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos