PUBLICIDADE
Topo

Passagem do furacão Maria deixa 15 mortos e 20 desaparecidos em Dominica

21/09/2017 16h56

Roseau (Dominica), 21 set (EFE).- Pelo menos 15 pessoas morreram e 20 estão desaparecidas depois da passagem do furacão Maria por Dominica, região que ficou totalmente devastada pelo fenômeno.

O primeiro-ministro de Dominica, Roosevelt Skerrit, informou nesta quinta-feira que os dados são preliminares e que um milagre evitou que o número de mortos não fosse maior.

"Até agora, enterramos 15 pessoas", disse Skerrit em entrevista a uma emissora local. "Dominica vai precisar de toda a ajuda que o mundo tenha para oferecer", completou o premiê.

Skerrit explicou que muitas casas foram destruídas após a passagem do furacão, que estava com categoria 5, a maior na Escala Saffir-Simpson, quando atingiu a pequena ilha caribenha.

Os sistemas de comunicação de Dominica entraram em colapso e parte da infraestrutura ficou completamente destruída.

As autoridades do Reino Unido enviaram ajuda ao território, membro da Commonwealth, um grupo que reúne antigas colônias britânicas.

Um navio britânico procura ainda dois adultos e duas crianças desaparecidas nos arredores da ilha de Vieques, em Porto Rico. Eles navegavam pela região na véspera da chegada do Maria.

Skerrit disse que passou as últimas 24 horas avaliando a destruição provocada pelo furacão na ilha. Segundo ele, imóveis desabaram, escolas foram destruídas e as telecomunicações foram cortadas. O principal hospital da ilha segue sem eletricidade.

"Foi brutal. Nunca vimos tanta destruição", disse.