PUBLICIDADE
Topo

Trump diz que visitará Porto Rico, "arrasado" pelo furacão Maria

21/09/2017 13h48

Nova York, 21 set (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assegurou nesta quinta-feira que visitará Porto Rico, que ficou "absolutamente arrasado" pelo furacão Maria, e elogiou a capacidade de recuperação dos estados de Texas e Flórida após a passagem das tempestades Harvey e Irma.

Em resposta à pergunta de um jornalista, durante um ato em Nova York, sobre se visitará Porto Rico, Trump concordou e disse: "Sim, o farei".

"Porto Rico está absolutamente arrasado. Porto Rico foi abatido por ventos (de uma força) que dizem que nunca tinham sido vistos antes", afirmou Trump em declarações à imprensa antes de se reunir com o presidente ucraniano, Petro Poroshenko.

"A sua rede elétrica está destruída. Não era muito boa, mas agora está totalmente destruída. Assim, estamos começando agora o processo e vamos trabalhar com o governador e o povo de Porto Rico", acrescentou.

O presidente americano assegurou que falou do tema com o seu assessor de segurança nacional, Tom Bossert, e que o território está "em um estado muito perigoso".

"É muito triste o que aconteceu em Porto Rico. Está praticamente destruído. É incrível o poder desse vento", acrescentou Trump.

Ele aprovou hoje a declaração de "desastre" para Porto Rico, onde o furacão Maria causou pelo menos um morto e deixou quase a totalidade dos seus 3,5 milhões de habitantes sem energia elétrica, provocando o transbordamento de vários rios.

O presidente também se referiu à recuperação no Texas e na Flórida, que nas últimas semanas receberam o impacto dos furacões Harvey e Irma, respectivamente.

"Texas vai muito, muito bem. Estão trabalhando muito duro e eficazmente", afirmou Trump, assegurando que tinha falado hoje com o governador do estado, Greg Abott.

"E a Flórida, muito parecido, tem um grande governador, Rick Scott, também falei com ele", acrescentou Trump.