Naufrágio de barco com refugiados no Mar Negro deixa pelo menos 15 mortos

Istambul, 22 set (EFE).- Pelo menos 15 pessoas morreram na madrugada desta sexta-feira no naufrágio de um barco pesqueiro que transportava 50 refugiados no Mar Negro próximo ao litoral turco e que possivelmente se dirigia à Romênia.

Em uma operação, a Guarda Costeira da Turquia, apoiada por vários navios comerciais que estavam perto do local, conseguiu resgatar 40 pessoas com vida após o barco afundar, além de recuperar 15 corpos.

Ainda continuam as buscas por 15 passageiros do barco que foram dados como desaparecidos, informou a agência turca "Anadolu".

O primeiro alerta foi dado por um navio comercial que na quinta-feira à noite detectou os fogos de pedido de socorro do pesqueiro a cerca de 120 quilômetros ao norte do litoral da Turquia.

Vários navios mercantes que navegavam pela zona se dirigiram ao local para iniciar o resgate, e salvaram 16 pessoas.

Mais tarde, um avião e dois barcos da Guarda Costeira conseguiram resgatar mais 24 pessoas.

Os refugiados, cuja procedência e nacionalidades não foram divulgadas, foram levados ao porto de Kefken, cerca de 90 quilômetros ao leste de Istambul, onde passaram por uma avaliação médica, e dois deles, em estado grave, estão no hospital de Kocaeli.

Entre os passageiros resgatados havia famílias e crianças, e a posição do barco indica que os refugiados tentavam atravessar o Mar Negro para chegar à Romênia, uma viagem de mais de 350 quilômetros.

Segundo os especialistas, após o fechamento da rota dos Balcãs, a Romênia se transformou em uma alternativa para os refugiados de zonas de conflito no Oriente Médio que se encontram na Turquia e que desejam chegar à Europa ocidental.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos