PUBLICIDADE
Topo

"Maria" se transforma de novo em furacão enquanto se afasta da costa dos EUA

27/09/2017 22h20

(Atualiza com último boletim do NHC).

Miami (EUA), 27 set (EFE).- "Maria" se fortaleceu outra vez nesta quarta-feira, recuperando a intensidade de furacão, com ventos máximos constantes de 120 km/h enquanto se afasta da costa sudeste dos Estados Unidos, informou o Centro Nacional de Furacões (NHC).

Depois de castigar na última quarta-feira como um furacão de categoria 4 as regiões de Porto Rico, Dominica e as Ilhas Virgens Britânicas, "Maria" agora está 365 quilômetros ao leste-nordeste de Cape Hatteras, no estado da Carolina do Norte, segundo o órgão.

"Maria", que tinha se enfraquecido na noite de segunda-feira e se tornado uma tempestade tropical, se move em direção norte-noroeste a cerca de 11km/h.

No entanto, o agora furacão já não apresenta ameaça para regiões povoadas. Sua maior distância de áreas costeiras também permitiu que fossem desativados os alertas para partes da Carolina do Norte e da Virgínia.

Durante a passagem por Porto Rico, "Maria" provocou a morte de 16 pessoas, deixando um rastro de destruição pela ilha, que ainda sofre com a falta de eletricidade e problemas nas comunicações.

Os especialistas do NHC estimam que o furacão seguirá seu padrão de movimento e, ainda que mantenha seus ventos de 120 quilômetros por hora, poderia debilitar-se nas próximas 48 horas.

O ciclone ainda produz ressacas na costa leste dos EUA, na costa atlântica de Canadá, Bermuda, Bahamas, e nas Ilhas Turks e Caicos. EFE

ims/rsd