PUBLICIDADE
Topo

Ataque talibã deixa pelo menos 12 mortos no sul do Afeganistão

28/09/2017 06h12

Cabul, 28 set (EFE).- Pelo menos 12 membros de diferentes forças de segurança do Afeganistão morreram em um atentado suicida com um veículo militar lotado de explosivos contra instalações oficiais no distrito de Marouf, na província de Candaar, informaram fontes policiais à Agência Efe.

O ataque aconteceu na noite de quarta-feira, quando um grupo de insurgentes lançou um veículo Humvee roubado anteriormente das forças afegãs e o detonou em frente ao complexo onde estão localizados o quartel da polícia, o governador do distrito e outras instalações públicas, disse o porta-voz da Polícia de Candaar, Ahmad Zia Duranai.

"A forte explosão matou 12 dos nossos membros de segurança, incluindo Polícia Nacional, Polícia da Fronteira e pessoas do Diretório Nacional de Segurança", além de ferir outras quatro pessoas, disse Duranai.

Um porta-voz talibã, Qari Yusuf Ahmadi, disse através de um e-mail que o ataque começou com a detonação do tanque "por um suicida" e continuou com uma ação de guerrilheiros talibãs que deixaram "bastantes" membros das forças de segurança mortos e capturaram munição.

Ele acrescentou que após o ataque, os talibãs tinham ocupado todas as instalações do complexo, mas a informação foi negada pelo porta-voz policial.

"A situação é agora de calma e voltou à normalidade na zona e todas as instalações estão sob controle das forças de segurança afegãs", disse.

O ataque aconteceu no mesmo dia em que o secretário de Defesa dos Estados Unidos, James Mattis, e o secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, visitaram Cabul para ratificar o apoio militar ao Governo de Ashraf Ghani.