PUBLICIDADE
Topo

Cidade russa quer proibir barulho "fora do horário" de gatos e cachorros

28/09/2017 13h19

Moscou, 28 set (EFE).- A cidade russa de Novosibirsk quer proibir os gatos de miar e os cachorros de latir no horário de descanso, com o risco de multa para os donos, de acordo uma iniciativa aprovada nesta quarta-feira em primeira instância pela Assembleia Legislativa.

A norma prevê que os animais não podem fazer barulho das 22h às 7h em dias úteis, e nos fins de semana os instintos precisam ficar inoperantes até às 9h. Conforme a decisão, bichos também não podem se manifestar na hora do almoço, entre 13h e 14h de qualquer dia da semana.

O não cumprimento da regra implica em multa de 3 mil rublos (R$ 165). Caso o animal "advertido" volte fazer bagunça fora do horário estabelecido o dono terá que desembolsar 5 mil rublos (R$ 275).

Segundo o deputado Smyshlyaev Evgeny Valeryevich, a regra não valerá para o "o grunhindo dos porcos, o canto dos galos nem para o gasnar dos gansos". Apesar da polêmica, o político tentou amenizar a situação e disse que "ninguém será castigado, por exemplo, se o cachorro latir quando a campainha tocar".

Na internet, a decisão gerou muitas críticas e foi batizada de "Lei do Silêncio dos Inocentes".